Review: Spartan Total Warrior

Este vai sair no Banana Games em alguns dias, mas você, um dos três leitores deste blog, lê com exclusividade antes.

Em algum ponto da década de 80 lembro que a Globo anunciou em seu pacotão de filmes o então blockbuster “Fúria de Titãs” (Clash of Titans, 1981). Foi exibido em um sábado no Supercine. Muito garoto, não consegui ficar acordado, mas perdi as contas de quantas vezes assisti reprises.

O filme contava a lenda grega do herói Perseu contra a Medusa. Os efeitos especiais seguiam o esquemão da época: bonecos de massa eram animados com a técnica stop-motion e davam a impressão de movimento. O máximo. Raios, trovões e magias eram animações toscas inseridas na película a três porradas. Difícil um menino com menos de 10 anos não sonhar por alguns minutos em sair cortando cabeças de seres mitológicos após uma sessão de Fúrias de Titãs, um desses filmes que você não deve assistir depois de adulto para não estragar sua memória afetiva.

Em pleno 2005 o sonho de tascar a espada em quem se meter a besta na minha frente foi realizado. Spartan Total Warrior é a primeira investida da Creative Assembly (da excelente série Total War do PC) no mundo dos consoles.

Você está no papel de um guerreiro espartano em plena invasão da Grécia pelos romanos. Esparta é o último bastião da resistência grega que convenhamos, não foi lá tão resistente assim. Com exceção da militarizada Esparta, terra de nego casca-grossa dos quais eu desviaria na rua. Seu guerreiro foi escolhido pelo deus da guerra, Ares, para ser o principal ceifador de almas na missão de botar os romanos pra correr.

A ação é em 3ª pessoa e apesar de receber ajuda de tropas e outros heróis gregos comandados pelo jogo, sua função básica é sair arrebentando sozinho centenas de inimigos. Ao final dos estágios aparecem os tradicionais chefões, outros dos quais eu também desviaria na rua. Como estamos em um mundo de magia onde vale tudo, até o Minotauro e a própria Medusa aparecerão pela sua frente.

O game é dividido em 3 grandes atos que estão subdivididos em níveis menores. Conforme você avança ganha novas armas, aprende novos golpes e pode distribuir pontos para aumentar seu poder de ataque, sua energia ou seus poderes mágicos.

Os movimentos não são dos mais difíceis, após algum treino você já domina tudo. Os básicos são os ataques frontais (uma seqüência de golpes que tiram mais energia do inimigo) e o os ataques multilaterais (cacetadas fortes capazes de atingir muitos inimigos ao mesmo tempo, mas tirando-lhes menos energia).

Os gráficos não possuem grandes novidades, mas são de correta produção e ótima concepção. A ação é rápida, muitas vezes frenética. Aquela sensação de repetição de movimentos e inimigos, muito comum neste tipo de jogo, é evitada pela possibilidade da troca de armas, a boa mudança de inimigos a cada fase e a bem variada movimentação do personagem.

A sensação de ser mais um no meio de uma batalha épica também é reproduzida em diversos momentos, onde geralmente o seu lado está em minoria. Deixe de ser frouxo e esqueça a vontade de fazer xixi, quando for dada a ordem de ataque saia correndo em direção às legiões inimigas e mostre que, apesar do jeito afeminado dos conterrâneos de Atenas, em Esparta a porrada come.

Um modo de jogo divertido e bom para treino é a opção Arena. Consiste em uma seqüência de rounds onde você precisa eliminar uma tropa inteira de inimigos. A cada round a tropa adversária cresce e ganha melhores soldados. Conforme você descobre segredos no modo de jogo normal, alguns itens de ajuda na arena são liberados: recarga de energia, flechas para seu arco, braseiros em chamas que derrubados transformam os inimigos em churrasco, soldados espartanos extras para lhe ajudar, entre outros itens.

Publisher: Sega
Developer: Creative Assembly

Plataforma: Playstation 2, Xbox e Game Cube
Gênero: Ação

Anúncios

0 Responses to “Review: Spartan Total Warrior”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: