Roupa íntima não é nome de banda dos anos 80

*Originalmente publicado em novembro de 2005 no perigoso Ressaca Moral

Há algum tempo uma visita ao supermercado já lhe resolve bem mais a vida do que apenas encher a geladeira ou comprar iscas mata-barata. Você encontra farmácia, livraria, caixa eletrônico, casa lotérica, locadora de vídeo, restaurante por quilo, lavanderia e um sem número de etecéteras que variam de acordo com o tamanho ou criatividade do estabelecimento.

As maiores casas do ramo supermercadista geralmente vêm acompanhadas também de uma loja de departamentos, com roupas, eletroeletrônicos, brinquedos e outras seções onde, como nas citadas anteriormente, são vendidos produtos que eu não tenho dinheiro para comprar e mesmo assim insisto em parcelar no cartão.

Adoro visitar a padaria do supermercado. Geralmente elas possuem boa variedade de salgados. O de perto da minha casa tem um excelente enrolado de peru com queijo. Um ou outro dia da semana na volta do trabalho costumo comprar 3 desses enrolados, um refrigerante light e ir para casa jantar.

Noite dessas, no caminho de volta ao estacionamento, passei pelo meio da loja de departamentos acoplada ao restante do supermercado. É um pouco estranho ver sapatos sociais com 25% de desconto a 10 metros dos hortifruti, confesso, mas lembrei que eu não teria cuecas limpas para o próximo dia. Como é mais fácil comprar cuecas do que arrumar vontade para lavá-las, resolvi adquirir uma tradicional embalagem com três (uma branca, uma azul e outra na esquisita cor creme-feijão mulatinho). Enfim, a mesma embalagem que sua mãe comprava para o seu pai nas Lojas Americanas, pois como sabemos, de cada 10 homens, 11 não compram as próprias cuecas.

Ao lado das embalagens baratinhas, reparei nas cuecas mais caras, vendidas separadamente e expostas com maior dignidade. Escolhi duas dessas também, pensei que poderiam servir para causar melhor impressão em uma rara noite bem-sucedida onde consigo enganar alguma mulher com minha conversa furada.

Perguntei à vendedora onde era o caixa. Muito solícita, ela me informou que a compra poderia ser efetuada nos próprios caixas do supermercado. Surgiu um certo constrangimento quando olhei para a fileira de guichês onde senhoras compravam sabão em pó, crianças agarradas ao vestido das mães consumiam salgadinhos Elma Chips e homens barrigudos de meia-idade levavam os apetrechos para o churrasco de sábado. Neste momento, eu possuía nas mãos: um saco com três enrolados de peru com queijo, uma coca-cola light de 600ml, uma embalagem com três cuecas D’uomo e duas cuecas brancas Mash, modelo slip com elástico largo.

O jeito foi encarar a fila com as cuecas na mão. Após quatro ou 5 minutos chega a minha vez. O código de barras da caixa com três cuecas passou rápido pelo leitor e logo já estava em uma sacola do supermercado. As cuecas avulsas, acomodadas em um mini-cabide e com um plástico de proteção, precisaram ser retiradas da embalagem para que seu código fosse lido. A operadora do caixa então abriu as duas peças na minha frente. Minhas cuecas nunca foram das menores devido a minha conturbada relação com a balança, logo, a cena da futura roupa íntima de minha propriedade sendo exposta publicamente no supermercado não foi das mais confortáveis, apesar do ar de “você é o centésimo gordo que compra cuecas aqui hoje” da moça do caixa.

Supermercados deveriam ser proibidos de vender cuecas (a que estou usando neste momento, uma das três do pacote, passou pelo mesmo caixa onde são compradas ceras multiuso e quartas de charque ponta de agulha) e acho que da próxima vez vou deixar a tarefa de comprá-las para a minha mãe, como era no princípio e deveria continuar sendo agora e sempre, amém.

Anúncios

2 Responses to “Roupa íntima não é nome de banda dos anos 80”


  1. 1 karla nazarethhttp://www.plasticsurprise.blogspot.com setembro 22, 2006 às 11:07 am

    hahaha ai
    compra pela internet, doda heheh

  2. 2 lora outubro 24, 2006 às 6:09 pm

    hahahahahahahhahahaha

    hahahahhahahhahahahha

    n consigo parar de rir
    :**


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: