Bendito

O senhor que chega amanhã ao país representando um dos três mais poderosos amigos imaginários do planeta vem reforçar, mais uma vez, os discursos anacrônicos da instituição que lidera.

Falará bobagens diversas contra escolhas que há muito deveriam ser individuais e não objeto de discussão de uma centena de sacerdotes de mau gosto para roupas. Na verdade estes senhores têm todo o direito de falar qualquer tipo de bobagem, eu mesmo faço isso aqui neste blog, o problema é essa mania de achar que são donos da verdade e que certos assuntos, como aborto, eutanásia e união homossexual, nem discutidos podem ser.

Enquanto milhões de paulistanos passarão horas de seus próximos dias presos no trânsito, seus representantes eleitos por voto direto e pagos com o seu, o meu, o nosso dinheiro, estarão empenhados em perder o seu, o meu, o nosso tempo escutando ou fazendo média com um chefe de estado que pouco ou nada tem a acrescentar de fato no desenvolvimento sócio-econômico do país.

Lembrando que, a mesma cidade que abrigará a visita deste senhor, dias antes viu mais uma demonstração de intolerância social entre agentes policiais do Estado e cidadãos que, vândalos ou não, tiveram bombas e armas de grosso calibre apontadas sem critério ou preparo em sua direção. Diante de um país como esse, onde esta ação da polícia inclusive foi defendida pelas maiores autoridades políticas envolvidas na questão, qual a real importância/necessidade/relevância em parar tudo pra receber uma figura que é contra o uso de camisinha e acha que Charles Darwin não estava assim tão certo de suas idéias?

É, na real, estou falando tanta merda quanto o senhor Ratzinger, pois esse é o país perfeito para ele e tantos outros teorizarem e colocarem em prática o monte de besteiras que pensam a respeito da vida. Venha Papa, em boa companhia o senhor estará.

Anúncios

2 Responses to “Bendito”


  1. 1 Isabella Kantek maio 9, 2007 às 2:12 am

    É isso aí! Gostei do texto.

  2. 2 Madel maio 9, 2007 às 11:55 am

    O que ainda me espanta são os preparativos. Porcelana da putaqueopariu, roupa com bordado sei lá de onde e por aí vai. Acho engraçado como o fato de que ele é só uma pessoa que ocupa um cargo e que vai morrer e apodrecer como todo mundo é esquecido. Mas enfim, nada muito diferente do tratamento dispensado a celebridades em geral.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: