Programão

Minha programação de TV é formada por alguns fetiches. Não, o horário de sacanagem do Multishow é ridículo, em 5 minutos de navegação na web é possível achar dezenas de opções melhores que aquelas halterofilistas maquiadas gemendo de maneira inverossímil. Minha taras televisivas são mais sofisticadas.

Ah, um programa de vendas. Se em qualquer zapeada eu passar por um programa de vendas, pro inferno com o mundo, paro tudo que estou fazendo e assisto pelo menos 5 minutos. Não mudo de canal mesmo que cangaceiros verdes de ursa-maior estejam invadindo São Paulo e os canais sensacionalistas estejam mostrando ao vivo de helicóptero (menos a Globo, pois um acontecimento irrelevante desses não justifica mudar o horário da novela).

Dentro do vasto gênero de vendas, minha preferência é pela faixa da MixTV. É uma evolução da escola criada por Luiz Galebe com o Shop Tour, atualmente em exibição sei lá onde (não decoro os canais, apenas estaciono quando acho o programa).

A diferença da Mix são os apresentadores mais simpáticos e radiantes (as vendedoras são mais charmosas e ainda não chegaram na menopausa) e, principalmente, os produtos, exibidos de maneira muito mais divertida do que no vovô Shop Tour. Como diria a repórter que entrevistou Ruth Sanduíche-íche Lemos, “é mais jovem mesmo”.

Computadores e carros são os itens que mais aprecio assistir, mas também tenho especial adoração pela venda de móveis, principalmente por causa da Sylvia, uma das estrelas do canal e proprietária da rede de móveis Sylvia Design. Tresloucada, na maioria das vezes dispensa o apresentador do canal (para quem não conhece, o formato da apresentação de cada venda geralmente é: apresentador experiente do canal anunciando ofertas junto com o vendedor menos tímido e/ou dono da loja anunciante). Sylvia corre pela loja bradando em (muito) alto e (não tão) bom som suas ofertas e condições especiais de pagamento. Dependendo da ocasião, fantasia-se de personagens como Mulher-Gato ou Minnie, chamando também auxiliares trajados como coelhos (na páscoa) ou Papai Noel (você sabe em que época).


Outro destaque folclórico é o dono de uma loja de vidros que desafia o apresentador a testar a qualidade dos produtos. Ele pede uma marretada em uma das vidraças expostas (caso alguém encontre vídeo do tiozinho, deixe o link nos comentários, por favor).

Shoptime? Ah, não gosto do formato. Eles passam horas no mesmo produto, alguns visivelmente ruins. Se é pra vender porcaria, que seja ao menos com um maluco fazendo palhaçada. Outros itens anunciados no canal são até de boas marcas, mas a condução das ofertas me dá sono.

Falando em picaretagem, dia desses parei em um programa de jogos que pede a sua ligação para responder um desafio na tela. Algo como “quantos triângulos a figura possui?”. O casal de apresentadores era até arrumadinho (eu comeria a moça sem pensar duas vezes), mas a postura deles era de uma psicopatia impressionante. Os dois literalmente exigiam, pressionavam, assustavam o telespectador em busca da ligação deste (tarifada, obviamente) em troca do tal prêmio de X reais caso o cara acertasse a pergunta no ar (claro que as chances da sua ligação ser a sorteada para ir ao ar são mínimas).

Em tempo: nunca comprei nada que vi nos programas de televendas, prefiro o Mercado Livre, do qual sou cliente e frequentador assíduo. Aliás, se tivesse um programa do Mercado Livre na TV, eu certamente seria telespectador fiel.

Anúncios

6 Responses to “Programão”


  1. 1 Nana julho 26, 2007 às 10:40 am

    Vizi!
    Eu sou fã da Sylvia! Adoro quando ela fala: “Veeeem que eu preciso vendêêê! MEEEAAAAU”
    (isso quando ela está vestida de gata..)

    fantástico, ela ainda vai ficar milionária!!

    Beijos!

  2. 2 pixoxo julho 26, 2007 às 11:03 am

    Nossa, que medo de você! Tarado por vendas na TV…
    Eu não suporto esses programas de vendas, detesto os apresentadores gritando, parece que eles cheiraram, sei lá!

    Isso me fez lembrar Clube da Luta, logo no comecinho o Edward Norton diz que a nova tara dos homens não é a playboy: é o catálogo de compras.

    haha,
    beijos

  3. 3 Lila julho 26, 2007 às 12:16 pm

    Essa Sylvia Design teve no Jô dia desses…

    Eu adoro canais de vendas, tipos TV Joinha, TV Tapete. Até a TV Boizinho me diverte demais. Mas deve ser porque eu tenho uma paixão inexplicavel por porcarias televisivas.

    Mas o multishow tem o Sexcetera que é bem divertido e sem nenhuma noção.

  4. 4 Cleu julho 26, 2007 às 5:21 pm

    Na adolescência eu cheguei a assistir Shop Tour até “virar” a ordem de anúncios e chegar no primeiro que eu tinha visto.

    Hoje em dia prefiro a mão que vende jóias. No começo metia o pau nas “jóias” mas pensava se não era só despeito meu por não poder comprar. Não, não era; é tudo muito feio mesmo.

  5. 5 wandeko julho 27, 2007 às 9:53 pm

    Detalhe é ela falando “estile” e nao “estáile” (do ingles style)… e confeco-lhe! Já tenho meu sofá encomendado na loja da Raposo! HAHAHAHA

  6. 6 Gino Netto agosto 5, 2007 às 12:55 am

    Rapaz, pra mim isto é novidade! Pessoas que gostam de assistir programas de vendas?!

    Okay, confesso que já parei algumas vezes no shoptime para ver ofertas de monitores LCD, mas nada mais do que um minutinho para saber o preço e seguir para outro canal.

    A sensação que tive assistindo ao vídeo, foi que a moça estava apertada para ir ao banheiro e por isso a correria para terminar logo a gravação.

    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: