Esfarrapadinha

Se você lê sempre este blog, além de ser um desocupado, já percebeu que ando meio sem assunto de uns 15 dias pra cá.

Este post, além de ser uma justificativa, é também um desabafo. Minhas condições computacionais no trabalho têm piorado a cada dia. Além de ter Gmail, MSN, sites de sacanagem e links diversos bloqueados, lido com uma carroça com 128gb de RAM com Windows 98.

Meu Internet Explorer trava a cada 2 minutos, então uso o Firefox, navegador que demora 39 minutos para iniciar aqui nessa joça. Fica difícil arrumar ânimo para enfrentar todo o lento processo de esperar alguma coisa carregar por aqui (reza a lenda que temos bunda larga de 2 mega, mas aposto que é cascata).

Sim, eu poderia postar tudo de casa, onde possuo um pequeno foguete nuclear novinho em folha com 2GB de ram e muitos blá, blá, blás, além da bunda larga de 2 mega exclusiva da minha máquina, mas é que…er…dá uma preguiça danada de fazer isso de lá todo dia e…merda, porque estou contando essas coisas aqui? Esse não é um blog diarinho. Esqueça o que leu até o momento e desculpe.

Filmes vistos esses dias que recomendo fortemente: Hot Fuzz e Shaun Of The Dead. Ambos do mesmo diretor (Edgar Wright) e roteirista (Simon Pegg, também ator principal das duas películas). Hot Fuzz não foi lançado no Brasil nem em DVD, então vá baixar, não tenha dó dessa indústria de merda. Shaun Of The Dead é uma brincadeira com o clássico Dawn Of The Dead, foi lançado aqui, mas o nome escolhido foi tão ruim e infame que me recuso a escrever.

Filmes vistos esses dias que foram parar na privada: A Volta do Todo Poderoso (tinha certeza que era uma droga, assisti porque o ator principal é o Steve Carell, mas ele não fez por merecer o meu tempo), Motoqueiro Fantasma (poderia se chamar também “Como Cagalizar um Herói de Quadrinhos”) e Smokin’ Aces (ei, Guy Ritchie e Steven Soderbergh, chamem esse diretor para uma conversa e enfiem algo no rabo dele, por favor).

Complementando meu calvário informático, ainda agora, o PC que descrevi lá no começo simplesmente queimou. Me arrumaram um Mac que estava sobrando por aqui. Se havia um Mac sobrando, provavelmente não era dos bons, pensei. Mas, pra minha surpresa, ele realmente não é dos bons, é da escória, das profundezas, das entranhas do inferno das porcarias tecnológicas. Se você nerd Apple quiser me bater tudo bem, mas eu odeio Macs! Odeio! Ok, tenho um iPod e gosto muito dele, mas Mac…por que a Apple não passa a fabricar somente iPods? Sério, quem disse que um Mac é legal? Esses teclados são uma bosta (impressionante, nem os de Macbook se salvam), o sistema operacional é cheio de trique-trique fresco, os programas tem sempre alguma frescura para se integrar com o mundo (que usa PC, devo lembrar), enfim, preciso de um computador decente no trampo ou…ok, deixa pa lá. Agradeço sua paciência.

Update: meu antigo PC carroça acaba de retornar do hospital, já estou escrevendo estas linhas a partir dele novamente.

Rápido PS: ei, o post anterior a este foi o de número 300 deste blog. Madness? This is Sparta!!! (rááááá, estou hilário hoje).

Longo PS: já que mencionei essa cena de 300, lembrei também de uma ação de marketing de guerrilha que tentaram empurrar intestino abaixo na época do lançamento do filme. Era algo como “quando Leônidas gritar na tela ‘this is Spartaaa!!!!’, você e seus amigos levantam da poltrona e gritam junto com ele, beleza?”. Cara, quem pensou nisso?

Anúncios

5 Responses to “Esfarrapadinha”


  1. 1 Irema setembro 13, 2007 às 11:09 am

    Esse negocio de internet eh mto engracado… Eu tava aih qdo um amigo meu falou assim “Ah, eu acabei de baixar, no youtube, aquele video que vc me falou.”
    Eu achei a coisa mais bizarra da minha vida… “Como assim ‘baixar’ pro youtube? No youtube nao se baixa, se vê, eh so clicar e pronto!” Mas eu nao disse nada e fiquei pensando com os meus botoes que o cara nao entendia nada de internet…

    Daih um belo dia,em casa – em belem- tive a brilhante ideia de ver um video no tal youtube com a super velox, que um dia eu realmente achei que era boa…

    Eu nao tava conseguindo comentar aqui, sabia?

    Alias, nem deveria comentar mais, vc nao foi na minha despedida! :/

  2. 2 Irema setembro 13, 2007 às 11:10 am

    Ah, gostei do estilo “meu querido diario”. ha!

  3. 3 Gabriel setembro 13, 2007 às 11:12 am

    Cara, achei seu blog por acaso, gostei muito dos textos que li – quase todos antigos, por causa do cachê do Google.

    Ótimos temas, ótima escrita. Keep on!

  4. 4 Irema setembro 13, 2007 às 12:10 pm

    Ah, eu consigo comentar, sim! hehe

  5. 5 Frequentador setembro 13, 2007 às 12:56 pm

    Como os textos quase sempre estão acima da média…
    É bom mostrar um pouco de normalidade de vez em quando.

    “”Madness? This is Spartaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!””


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: