Blá, blá, blá

Janeiro é o mês de opinar sobre o BBB. Ninguém admite que gosta do programa ou já gostou de ao menos uma edição. É muito mais seguro vociferar contra e repetir aqueles discursos prontos que a inteligência média definiu como a “posição correta” a ser adotada nessa questão.

O que me intriga é porque essas pessoas que odeiam o programa se importam tanto em opinar a respeito e parecem ignorar que quase toda a programação da Globo e da TV aberta é uma imensa porcaria. Várias das atrações globais, inclusive, são conceitualmente muito mais nocivas que o BBB.

O Fantástico veste sensacionalismo barato de “jornalismo”, “denúncia”, “opinião” ou “defesa do consumidor” e o cara que se preocupa em dizer que não assiste o BBB “porque é coisa de gente sem cérebro” parece nem reparar.

Renato Aragão, há anos, diz às crianças que é legal enganar os outros pra conseguir uma grana ou que pode ser muito divertido apontar o dedo na cara do amiguinho e chamá-lo de viado, mas e aí, é o BBB que torna alguém idiota? Aliás, pela idade de muitos dos participantes do programa, eles provavelmente já assistiram ao Didi solitário, sem a alma chamada Mussum ao seu lado e pior, também viram bastante Xuxa na vida. Não surpreende então que tenham essa consistência de manteiga.

Não, isso não é uma defesa do BBB. O programa, do modo como a Globo leva, realmente é horrível, mas isso não quer dizer que não possa ser divertido (Chaves sempre foi uma droga e muita gente [eu não] se divertiu ou se diverte com aquilo). Só não tenho acompanhado a edição atual porque a emissora, sempre medrosa e conservadora, conseguiu acabar de vez com uma fórmula que poderia ser muito interessante desde que a intenção fosse não levar aquelas pessoas a sério. O problema é a obsessão global em criar uma novelinha com heróis e vilões. Quer dizer, problema pra quem ainda acredita que uma rede de TV aberta consegue produzir algum conteúdo que preste.

No fundo, quem se importa demais em expressar tanta indignação contra o BBB – esquecendo o oceano de cocô pop que nos cerca, tem um prazer culpado em perder uns minutos assistindo uma participante pagar peitinho ou torcendo para que termine em pancadaria aquele barraco iniciado quando alguém esqueceu de lavar a louça.

Ei, indignado do BBB, relaxe. Falta de conteúdo é o que mais abunda no mundo, não crie cabelos brancos por causa de um único programa de TV.

Anúncios

4 Responses to “Blá, blá, blá”


  1. 1 Pedrox janeiro 25, 2008 às 12:03 am

    As pessoas esquecem (ou fingem não ter conhecimento) que TV é entretenimento. Quer cultura? Vai ler um livro, porra! Mas esse BBB tá muito fraco mesmo, nem eu consigo assistir mais. E Chavez é legal pacas.

  2. 2 rafael janeiro 25, 2008 às 8:54 am

    também curto o hugo chavez!

  3. 3 Rachel janeiro 26, 2008 às 2:49 pm

    O problema não é o programa em si; afinal, assiste quem quer e o botão pra desligar a tv ou mudar de canal tá ali no controle remoto, bem ao alcance do dedo.

    O foda são os comentários. A torcida dos expectadores pelo concorrente predileto. A panaquice que vira ao redor dos otários escolhidos para mostrar a bunda no programa quando saem de lá – vide Irislene e sua legião de fãs.

    Morei com uma garota que daria a vida pelo Dhomini, aquele participante de Minas que pegou a Sabrina Sato qdo ela ainda não era a anta do Pânico. Ainda ontem uma menina do trabalho jurou que mata aula da faculdade para assistir ao BBB.

    Fantástico e apresentação de calouros do Raul Gil são tão ruins qto esse reality show vagabundo da Globo, talvez até piores. Mas ao menos não suscitam discussões a respeito, não te enfiam goela abaixo notícias e fofocas 24 hrs por dia, seja na tvz, na internet ou no ônibus.

    Meu problema, na verdade, não é com o BBB. É com a sua audiência. Tenho vontade de botar no ‘mudo’ que vê essa droga e depois divide sua opinião com o mundo.

  4. 4 Rachel janeiro 26, 2008 às 2:50 pm

    Noss, ficou mó grande, desculpe.

    Doda: que isso, comentário grande é orgulho, mostra que o texto despertou atenção (ou que o leitor estava com tempo sobrando) :-)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: