De Bob Marley

Não gosto.

Ele pode ter sido ser gênio, um enviado dos céus ou garoto propaganda do programa da ONU que pregava a economia de água por meio da instituição do banho como prática anual, mas acho reggae chato, muito chato e por isso nenhum adjetivo positivo atribuído ao Bob ou ao reggae me sensibiliza.

Sabe a invenção dos desinfetantes com perfume de limão? Pra mim é igual. Seu inventor com certeza foi um grande cara e provocou mudanças positivas na vida de milhões de pessoas (tão aí as cozinhas limpinhas e cheirosinhas que não me deixam mentir, inclusive a minha), o negócio é que eu não estou nem aí, pois são mudanças e influências com as quais eu posso viver sem, obrigado.

Anúncios

4 Responses to “De Bob Marley”


  1. 1 Leticia abril 11, 2008 às 9:17 am

    Doda
    Compartilho da sua indiferença.
    Reggae sucks.

    E Cazuza? Curte?

    bjo

  2. 2 Doda abril 11, 2008 às 11:18 am

    Leticia, também não me atinge :-(

  3. 3 Tylon abril 11, 2008 às 2:02 pm

    Doda, tens que ter mais amor no coração.
    Experimnta ouvir Teatro Mágico e verás que tua vida vai mudar.

  4. 4 Celinho abril 30, 2008 às 11:12 am

    Sempre me lembro de qdo os vendedores de cartao de credito do Citybank nunca me pegavam porque eu sempre tive ar de estudante desempregado, mesmo qdo trabalhava. Era um alivio. Abraço e parabens pelo blog, ta muito legal..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: