O Reload é mentiroso, o Revolutions é ruim e não tem mais a música do Rage Against The Machim

No último domigo, peguei na zapeada o SBT torturando a TV com o terceiro Matrix.

Não recordava de muitos detalhes da parada, até porque na época do lançamento eu já havia desenvolvido um ódio racional pela franquia após aquele segundo filme muito do seu cafajeste (Ok, temos Monica Bellucci). Mas cacete, a terceira parte consegue ser ruim em tantos níveis que jamais deixarei de classificar como protozoários sujeitos fantasiados de Neo ou Trinity em festejos carnavalescos (sujeitas vestidas de Monica Bellucci serão perdoadas).

(um grande parêntese: em 2003, quando do lançamento de Matrix Revolutions, tomei como missão estragar o prazer de quem estava genuinamente interessado em babar no cinema pela última parte daquele troço. Fui aos confins das internets e consegui achar, três dias antes da estréia, o suposto roteiro do filme em inglês. Traduzi o final e montei um textinho que resumia em pouco mais de um parágrafo tudo que era necessário para estragar o filme para um fã. Com perfis falsos, postei o negócio em fóruns [não existia Orkut e assemelhados]. Devo ter cortado o barato de pelo menos umas 100 pessoas. Se eu achei isso legal? Ué, claro que sim. Fãs só existem para duas coisas: enriquecer o seu objeto de culto e servir como massa de manobra para piadas.

Anúncios

7 Responses to “O Reload é mentiroso, o Revolutions é ruim e não tem mais a música do Rage Against The Machim”


  1. 1 Juuh fevereiro 17, 2009 às 1:03 pm

    Uau, meu, q cara mau ;D

    Mas matrix realmente decepcionou muito, ainda mais qnd caiu no gosto popular {falei mesmo u.u}

    Bons tempos em q tudo era underground “/

  2. 2 Pedrox fevereiro 17, 2009 às 1:22 pm

    Eu fiz algo bem parecido. Eu mandei e-mail para todos os meus amigos com o roteiro do final do filme e ainda publiquei no meu blog da época e mandava todo mundo ler. A pessoa só percebia que era o desfecho da trilogia quando terminava de ler. Nunca foi tão lindo ser insultado.

    Doda: diz lá se não era uma sensação foda :-)

  3. 3 holyjunk fevereiro 17, 2009 às 6:38 pm

    Ainda bem que eu não te conhecia em 2003. hahaha

    Mas “Revolutions” é mesmo ruim de doer.
    E pensar que peguei uma longa fila para a pré-estreia…

    Doda: pois é, tão ruim que contar o final talvez até melhorasse a experiência, sei lá :-)

  4. 4 fran fevereiro 18, 2009 às 6:31 am

    eu queria um oculos igual do Keanu Reaves… depois percebi o quanto eu era ridicula.

  5. 5 Rubens fevereiro 18, 2009 às 11:52 am

    Mais ridículo era ver a galera andando na rua com aqueles sobretudo preto embaixo do sol sahariano. Sendo cozido vivo, mas achando que tava arrepiando.
    E pra mim, os três filmes são ruins.

    Doda: o primeiro me divertiu bastante, mas rever hoje em dia dá uma pequena vergonha alheia.

  6. 6 waleiska fevereiro 20, 2009 às 4:49 pm

    Coisas pra tu saberes:
    1 – O site da Copa foi feito pela Prefeitura, não pelo Estado. Não posso falar sobre.
    2 – Copa do meio ambiente é a coisa da Fifa mais ama. O Comitê da Fifa quer no Brasil a Copa da sustentabilidade e isso nos garantiu bons pontinhos.
    3 – A quantidade de gente do Círio é o dado oficial passado pela Defesa Civil.
    4 – Mangueirão atende as exigência da FIFA, te convido pra assistir ao vídeo que está no site http://www.pa.gov.br. Na parte de imagens, clica no Revista Pará e assiste ao vídeo que foi apresentando na visita oficial à comitiva. Lá tem um resumo (veja bem, resumo) das obras que serão feitas no mangueirão para o estádio fique, enfim, pronto para atender as exigências da FIFA.

    beijocas!
    Saudades!

    Doda:
    Leiska, então:

    1 – beleza, concordamos que o site é uma droga.

    2 – ótimo, explicamos o “Copa do meio ambiente”.

    3 – aqui continuamos com uma estatística vaga. vamos ser realistas: 2 milhões de pessoas é quase o dobro da população da cidade, fisicamente nem existe espaço pra tudo isso naquele percurso, mas enfim, eu calo a boca se algum pesquisador ou órgão mostrar em detalhes qual método de cálculo utilizou para chegar nesse número.

    4 – sobre o vídeo, como você disse, ele mostra o resumo do que será feito para que o estádio se adeque às exigências da fifa, já o anúncio afirmou que ele já atende as tais exigências, justamente o ponto que levantei, então a informação do anúncio continua incorreta.

    mas isso tudo aí de cima é detalhe, o que realmente importa é saber qual a justificativa estratégica para esse anúncio ter sido veiculado em tal jornal.

    a turma do comitê da fifa que escolhe as cidades lê o estadão?

    caso leia, será que esse tipo de decisão é influenciada por um anúncio?

    e, como sabemos que as respostas das duas perguntas anteriores certamente são negativas, se o objetivo da comunicação não era influenciar a escolha da cidade pelo comitê da fifa, qual era então?

    porque o próprio anúncio parece deixar bem claro que pretende angariar apoio para a causa da cidade, mas se quem decide isso não lê o jornal, o que o anúncio faz ali?

    beijocas pra ti também, logo mais to por aí de novo :-)

  7. 7 Marcelo Damaso fevereiro 24, 2009 às 4:23 pm

    Mas que porra é esse comentário da Waleiska?

    Acho que o ódio mo Matrix nos uniu como amigos. Sempre detestei isso do fundo de minh’alma.

    E Gangrena Gasosa mandou muito bem nessa “música”. Tinha um disco deles, o “Smell like tenda espírita”, que acho uma bosta.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: