Floquinhos

3- A viagem ao Rio de Janeiro em que esqueci minha prancha de natação em casa. Minha avó, que fazia tudo por mim, comprou um isopor enorme e mandou um homem cortar em forma de prancha. Os cantos soltavam pequenos flocos que sujaram bastante a piscina do hotel e me deixavam envergonhado perante as outras crianças. Anos depois, vendo as fotos, descobri que não estávamos no Rio de Janeiro, mas em Santarém, no Pará.

Lá do Godinho, esse pequeno gênio, 9 momentos mais marcantes de todas as viagens que ele já fez na vida.

Anúncios

0 Responses to “Floquinhos”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: