Se bem lembro…

Ainda existem as Rosquinhas Mabel, mas seu sabor atual não é o mesmo que guardo na memória.

O calor dos meus adolescentes dias de metaleiro era praticamente igual ao do mundo atual, mas não me recordo do provável aroma de mucura frita que se formava abaixo da zona axilar das grossas camisetas pretas silkadas vestidas por mim.

Isso quer dizer que as grandes merdas do presente serão lembradas como pequenas delícias no futuro e, pequenas bostas atuais, um dia serão esquecidas em nome de belas recordações.

Óbvio que esse pensamento só é válido para os casos relatados acima e, mesmo assim, com ressalvas à falta de sentido e devidas concessões ao desconexo.

img_blog_081

Anúncios

0 Responses to “Se bem lembro…”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: