Para o alto

Antes dos anos possuírem nomes acompanhados de 2 na frente, certa vez entrei em uma loja de quadrinhos objetivando completar minha coleção Conan Rei.

Arrumei duas ou três edições das que me faltavam e prossegui nos trâmites de pagamento junto à boca do caixa.

Próximo do balcão, um grupinho jazia em torno de uma távola ricamente adornada por cartas, dados esquisitos e miniaturas de dragões em chumbo. Como de costume, pesquei parte do diálogo* e arquivei em um antigo móvel em MDF, já carcomido pelo tempo, posicionado nos fundos do almoxarifado das minhas memórias.

Era meu primeiro contato com o chamado RPG (e não estamos falando de Reeducação Postural Global).

– …a Chave de Golendorf?

– Sim, estás próximo dela agora…

– Ah, fudeu-se então! Eu quero essa chave, agora eu vou atrás dela, vamo jogar esses dados aí é já, vamo que eu quero essa chave!

O entusiasmo daquele futuro adulto sexualmente frustrado ganhou três centavos da minha admiração. Era minha provável primeira reflexão, ainda involuntária, a respeito da relatividade das importâncias.

Uma conclusão fácil de alcançar diz que não importa o que você escolhe fazer, o importante mesmo é saber vender o que você faz. Isso explica boa parte das suas insatisfações financeiras, reclamações profissionais e invejas cultivadas (e disfarçadas) com tanto afinco.

A lição é que devo evitar encontrar aquele artrópode do RPG aos meus 40 anos. Caso eu descubra que ele ficou mais rico do que eu caçando chaves de Golendorf a coisa pode acabar em homicídio doloso.

*Transcrição quase toda real, menos o nome Golendorf, tranquilamente passível de ser acusado como falso na falta do que fazer de um observador mais atento.

blog_tampinha_bandeira

Um belo set no Flickr.

Anúncios

0 Responses to “Para o alto”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: