Ô, se conheço

Necessidade ou profundo desejo de se tornar amigo e/ou expor aos outros elevado grau de amizade com: dono de bar; integrante de banda; o cara mais engraçado da turma.

Certamente, pesquisa inglesa já comprovou ou comprovará este traço comum do comportamento masculino.

Nada de novo. É a natural necessidade do mais fraco em aliar-se ao líder da manada para – pelo menos tentar – ampliar as chances de sucesso em levar seus genes adiante.

Claro que as mais cheirosinhas e possuidoras das melhores cinturas tendem a estacionar suas coxas sobre os colos do proprietário do boteco, músico ou piadista, mas se o estabelecimento, grupo musical ou tiradas humorísticas são de alto nível, as moças que sobram no segundo escalão costumam compensar a posição coadjuvante dos dedicados seguidores.

blog_grupo_russo

Anúncios

1 Response to “Ô, se conheço”


  1. 1 MM julho 14, 2009 às 2:16 pm

    e quando parece que só o cara sabe de um evento x?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: