Paz, amor e a fraternidade

Aquele comercial de prédio, com Dan Stulbach esforçando-se em simular uma sentada natural em um banco mutante, provocou aumento de 21% na taxa de eclosão de furúnculos de fundo emocional na população economicamente ativa da Grande São Paulo.

Apesar do número significativo, ainda está longe de superar o desempenho da musiquinha da Fundação Para Uma Vida Melhor que, há uns bons 3 anos, já acumula mais de 25 milhões de casos em que a sua reverberação no ambiente provocou severo agravamento das condições de encravamento de unhas e pêlos dos telespectadores.

blog_tinafey

Anúncios

2 Responses to “Paz, amor e a fraternidade”


  1. 1 acidstickers agosto 12, 2009 às 2:58 pm

    em uníssono: “de que me adianta viver na cidade, se a felicidade não me acompanhar”
    (to be continue)

  2. 2 paulo nazareno agosto 12, 2009 às 3:49 pm

    essa tina, de fey não tem nada. RÁ.

    Doda: oh, homem, você é bom mesmo!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: