(a volta das) Bandas de rock que não deram certo

Franjas Retóricas
Banda que despontou para o anonimato por defender que vocalistas homens deveriam ser chamados de “vocalistos”. Chegou ao fim quando a barba do baterista Hérnio Colostro foi presa, acusada de planejar atentados contra os hábitos de higiene conquistados pela humanidade após a revolução industrial.

Ae Uo Ai, ai
A inovadora proposta da banda era compor e comunicar-se utilizando apenas vogais. Alcançaram grande sucesso com o primeiro disco (Ouié, 1993), mas tudo desmoronou quando surgiu na internet um vídeo do guitarrista Ei e Aí cantando o hino nacional na língua do pê.

Comentário Anônimo
O rock protesto feito pelos caras derrubou o regime do Iraque – garçom bigodudo do bar do Nivaldo – que comeu três brigadeiros após escutar “Antes de criticar, tente fazer melhor”, grande sucesso do grupo. A banda terminou após a sentença que condenou o tecladista Ximbico a esculpir o rosto de Che Guevara com uma pinça em batatas pringles para o resto da vida.

[Série nova continuando uma ideia lá de 2003, feita especialmente para o bar temático que os comparsas Ricardo e Alan inaugurarão em breve. Faço um jabá aqui assim que o estabelecimento abrir as portas.]

blog_mulher_peitos

Anúncios

3 Responses to “(a volta das) Bandas de rock que não deram certo”


  1. 1 luisao weissfulder outubro 24, 2009 às 9:59 pm

    first, nooooo!!!!!!!!!!

  2. 2 gordo novembro 30, 2009 às 12:54 am

    pau no cú do first


  1. 1 Bobalinks Trackback em outubro 22, 2009 às 11:04 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: