No mural

Tento começar sem pieguice, mas pelo jeito, hoje não acontecerá assim, então paremos neste ponto. Quer dizer, logo após o registro (para fins puramente pessoais e cronológicos) de que aquela fotografia foi revista novamente há algumas horas, sem querer, de relance, mas revista. O sorriso contido ali, quase uma gargalhada, preencheu o restante dessa praga histórica chamada domingo.

Umas partes aí são mentiras, de repente dou a letra quando decidir quais, não que interesse.

0 Responses to “No mural”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

  • não dá mais pra escutar black keys sem pensar que é banda de patricindies e mauricindies 1 day ago
  • você prefere A PRIORI ou A POSTERIORI 1 day ago
  • comprei um tênis em uma LOJA FÍSICA como no tempo em que DONDON jogava no ANDARAÍ. 1 day ago
  • isso a gente combate sabe como? com in-for-ma-ção 1 day ago
  • GENTE!! agora eu quero ler as listas de melhores livros de vcs em 20161' 2 days ago

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: