Eu já curtia

Após o desgaste e consequente manjamento do name dropping por parte da população um tiquin assim mais escolada, chegamos agora ao year dropping, prática simples e que exige apenas pesquisa na wikipedia, dispensando a construção de um mito mais sólido e potencialmente constrangedor, como ocorria nos casos de desmascaramento de um name dropping mal feito.

O year dropping permite ao jovem adulto apagar da memória pop a incômoda adolescência, geralmente uma não tão discreta guardiã de escabrosos gostos culturais, desde os anos moleques das últimas festas infantis ao som de sucessos baianos até a entrada na faculdade e natural realização de obscuros churrascos acompanhados do batuque do pandeiro.

(daí era isso, apenas registrei essa observação, não quis chegar em lugar algum, abs)

Este cachorro, ele viu tudo. [imagem via a amg @alechandracomx]

Anúncios

0 Responses to “Eu já curtia”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fitas pessoais e umas opiniões definitivas incertas. Qualquer coisa, dá um alô no doda.doda@gmail.com

@dodavilhena

Encontre

Arquivão


%d blogueiros gostam disto: